Para os amantes de esportes olímpicos
Início » Contorcionismos » Pequena notável Simone Biles conquista segundo Troféu Laureus

Pequena notável Simone Biles conquista segundo Troféu Laureus

Fenômeno da ginástica mundial, a norte-americana Simone Biles foi eleita a Melhor Atleta Feminina de 2018 pelo prêmio Laureus, o Oscar do esporte mundial, nesta segunda-feira, 18, durante cerimônia em Monte Carlo.

Aos 21 anos, Simone conquistou quatro medalhas de ouro, uma de prata e uma de bronze no Mundial de Doha, no ano passado, quebrando seu recorde pessoal e se tornando a primeira mulher a vencer a disputa all-around em quatro campeonatos do mundo. Ela agora tem a impressionante marca de 14 títulos mundiais.

Vencedora do Laureus também em 2017, a norte-americana superou as tenistas Simona Halep e Angelique Kerber, a triatleta Daniela Ryf, a snowboarder Ester Ledecka e a esquiadora Mikaela Shiffrin. “Oi, pessoal, sinto muito não estar aí esta noite, mas estou realizando meu próprio evento para inspirar a próxima geração e atletas e, quem sabe, um dia eles recebam um desses também. É uma grande honra receber o Laureus”, agradeceu a dona de quatro medalhas olímpicas de ouro direto de Houston, onde realiza a segunda edição de sua competição que conta com a participação de jovens ginastas do mundo todo.

Outra jovem talentosa também premiada foi a tenista Naomi Osaka, eleita a revelação do ano. Com apenas 20 anos, a japonesa atraiu os olhos do mundo ao bater a norte-americana Serena Williams na final do US Open de 2018. Após vencer o Aberto da Austrália, em janeiro, Osaka tornou-se a primeira asiática a ocupar o primeiro lugar do ranking mundial.

Naomi Osaka com o seu troféu do Aberto da Austrália
Gisèle de Oliveira

Gisèle de Oliveira

Jornalista apaixonada por esportes desde sempre, foi correspondente internacional do “Diário Lance!” na Austrália, quando cobriu os preparativos para os Jogos Olímpicos de Sydney-2000, e editora do jornal no Rio de Janeiro, trabalhou na “Gazeta Esportiva” e foi colaboradora de especiais da revista “Placar”, entre outras experiências fora do universo esportivo. Mineira de nascimento, paulistana de coração, é torcedora inabalável de Rafael Nadal, Michael Phelps, Messi e Rafaela Silva. Adora tênis, natação, judô, vôlei, hipismo e curling (sim, é verdade). Sagitariana e são-paulina teimosa, agradece por ter visto a Seleção de futebol de 82 de Telê, o São Paulo também do mestre Telê, o Barcelona de Guardiola e a Seleção de vôlei de Bernardinho em seu auge. Ah, chora em conquistas esportivas, e não apenas de brasileiros.

Adicionar comentário