Para os amantes de esportes olímpicos
Início » Contorcionismos » Namorado ‘enlouquece’ após Simone Biles conquistar o penta no Mundial de Ginástica; veja

Namorado ‘enlouquece’ após Simone Biles conquistar o penta no Mundial de Ginástica; veja

Simone Biles brilhou mais uma vez no Mundial de Ginástica. Em Stuttgart, na Alemanha, a ginasta norte-americana conquistou a medalha de ouro do individual geral pela quinta vez para a felicidade do namorado Stacey Ervin Jr.

Longe da amada, o treinador fitness vibrou com a apresentação de solo de Biles. Nas suas redes sociais, ele divulgou um vídeo em que aparece à frente da televisão dando pulos, batendo palmas e gritando pela grande apresentação da campeã.

Siga o Olimpitacos no Instagram

“Nunca consigo me conter. Minha mulher é 5x campeã mundial do individual geral e eu não poderia estar mais orgulhoso. Eu fico empolgado toda vez que a vejo fazer os movimentos dela e hoje não foi diferente. Parabéns, amor. O mundo inteiro está orgulhoso de você”, derreteu-se.

O romantismo também apareceu na resposta de Biles para o namorado: “Meu homem, mal posso esperar para te dar o maior beijo de todos! Obrigado pelo apoio sem fim, amor. Eu te amo com todo o meu coração”.

O casal está junto desde o ano passado e costuma compartilhar vários cliques apaixonados na web.

Gisèle de Oliveira

Gisèle de Oliveira

Jornalista apaixonada por esportes desde sempre, foi correspondente internacional do “Diário Lance!” na Austrália, quando cobriu os preparativos para os Jogos Olímpicos de Sydney-2000, e editora do jornal no Rio de Janeiro, trabalhou na “Gazeta Esportiva” e foi colaboradora de especiais da revista “Placar”, entre outras experiências fora do universo esportivo. Mineira de nascimento, paulistana de coração, é torcedora inabalável de Rafael Nadal, Michael Phelps, Messi e Rafaela Silva. Adora tênis, natação, judô, vôlei, hipismo e curling (sim, é verdade). Sagitariana e são-paulina teimosa, agradece por ter visto a Seleção de futebol de 82 de Telê, o São Paulo também do mestre Telê, o Barcelona de Guardiola e a Seleção de vôlei de Bernardinho em seu auge. Ah, chora em conquistas esportivas, e não apenas de brasileiros.

Adicionar comentário